27/06/2017

Teste de oleosidade de oleosidade de bases: tudo o que você precisa saber

27/06/2017
Oi meninas, tudo bem com vocês?
Resolvi fazer esse post, pois um assunto que já estava dormente povoou novamente os blogs, estou falando do teste de oleosidade de bases. Sim, muitos blogs falam desse teste como se fosse uma novidade incrível, mas na verdade esse teste já era feito em torno de 2015, então não é algo tão novo assim.
Pelo que eu percebi, algumas blogueiras do exterior estão fazendo esse teste, e por isso virou febre de novo. Porém, quero deixar claro que nem tudo que se lê na internet deve ser levado ao pé da letra, infelizmente vi alguns testes mal feitos e outros não tão bem explicados.
O básico dessa avaliação de bases seria: coloca-se uma quantidade de base sobre um pedaço de papel ou papelão, e após algumas horas verifica-se o quanto de “óleo” se separou da base. 
O que nem todo mundo fala, é que as bases têm em sua fórmula vitaminas e silicones, que fazem bem para nossa pele e que ficam visíveis para nós no teste, exatamente na forma de “óleos”. Outro fator a ser analisado é se a base é matte ou não, pois a fórmula muda um pouco das outras bases, e que por o produto ter ficado oleoso no papel, nem sempre ficará dessa forma também na pele.

Resumindo:
Antes que eu confunda ainda mais a cabeça de vocês, o que eu quero dizer é que não dá pra dizer se uma base é boa ou não só com esse teste, é necessário verificar também a formulação delas, para ver quais os possíveis componentes que se apresentaram na forma de “óleo”. Reuni a maioria das bases que eu tinha aqui e fiz o teste, vou contar um pouquinho dos resultados.

No papel:
Usei seis bases no teste, sendo elas das marcas: Top Beauty (Matte), Avon linha Colortrend, Fenzza, Jasmyne, Vult e Mary Kay. As que mais apresentaram oleosidade no papel, como podemos ver na foto, foram a da Top Beauty, da Mary Kay e da Fenzza, e as que soltaram menos “óleos” foram a da Avon, a da Jasmyne e a da Vult.

            Quando coloquei as bases no papel:


            4 horas depois:



Na pele:
A base da Top Beauty e da Mary Kay ficam sequinhas, elas são matte, então justifica. A da Avon e a da Vult ficam medianas, não muito oleosas, mas também não ficam secas, a da Fenzza eu uso apenas para contornos então não posso concluir de fato o quanto é oleosa, e a da Jasmyne que apresenta pouquíssima oleosidade no papel fica muito pegajosa na pele, o que comprova o que eu disse acima: apenas com esse teste não é possível aprovar ou reprovar a qualidade de uma base.


Espero que tenham gostado e entendido o teste, caso eu tenha confundido vocês ou se ficou alguma dúvida, me perguntem nos comentários. Beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário